1 comentário:
De ZePedro a 30 de Abril de 2010 às 11:05
Como quase sempre a tua escrita provoca diversas sensações.
Neste caso começa pela de voyeur como se estivesse a assistir ao que se estava a passar de um modo étereo sem se estar presente.
Depois e como sempre vem a vontade de se sentir algo de semelhante.
E a seguir as memórias de algo que possa ter provocado sensações parecidas.
Continua, gosto de te ler
Beijos


Memoriza comigo...