Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Tempo

Os dias parecem correr vertiginosamente, ou porque estamos demasiado distraídos, ou porque vivemos a nossa vida para atingir limites que parecem não ter um objectivo, metas essas que não se avizinham no horizonte, o que nos faz perseguir o espaço, desprezar tudo o resto, perseguir aquele momento em que vamos terminar a nossa caminhada, aquele instante em que chegamos ao fim desse mesmo percurso. Quando chegamos nem sempre o momento é perfeito tal e qual o imaginamos, mas pelo menos chegamos onde queríamos, atingimos o objectivo final. Existem dias que não sentimos vontade de fazer nada, em que olhamos através da janela e tudo parece parar lá fora, em que a vida que se vive lá fora parece uma mentira, mas sentimo-nos bem assim, como se parássemos no tempo e ficamos com a ilusão que o tempo parou connosco, mas apesar de sabermos que nada disso é real, preferirmos a ilusão à realidade e sentimo-nos bem com isso.

E existem outros dias como hoje. Em que o dia da semana ou do mês não é importante, em que a altura do dia pode ser uma qualquer, sem pressa de chegar a lado algum, porque nem sempre o objectivo é aproximarmo-nos o mais depressa ao fim, mas descobrir a melhor e mais sabia forma de o alcançar...

 

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 00:00
| Vossas memórias
3 comentários:
De Arte de Amar a 28 de Novembro de 2007 às 12:26
Axo muita coisa que acontece nesta vida nca terá uma explicação logica, como esses dias que passam sem darmos conta...estranha forma de vida...

Vem.
Ocupa com teu corpo esse abrigo que te chama. Volta a ser minha morada,
teu abrigo
Faz de mim tua caverna, t
eu porto seguro.
Faz do meu corpo teu ninho.

Kiss na boxexa
Arte de Amar
www.intimomisterio.blogs.sapo.pt


De Secreta a 28 de Novembro de 2007 às 14:21
O tempo é incontrolável... Temos a sensação que passa mais rápido ou devagar , conforme o nosso estado de espirito. Acredito que na maioria das vezes , vivemos a uma velocidade desnecessária acabando assim por passar no tempo muito mais rápido do que seria de esperar. Nos dias como descreves , calmos , apercebemo-nos então do quanto a pressa pode ser nossa inimiga.
Beijito.


De htsousa a 28 de Novembro de 2007 às 15:32
Eu creio que mais importante é mesmo como se faz a viagem. Bem mais do que o objectivo, é o caminho.

Beijinhos.


Memoriza comigo...

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006