4 comentários:
De FELINO a 24 de Setembro de 2007 às 14:02
Até já...


De São Banza a 25 de Setembro de 2007 às 15:43
Boa tarde!
Sou muito mais velha do que a Leonro, mas gostei do seu espaço ...e do poema!

Se me quiser visitar, folgarei.


Deixo os endereços:

ourocru.spaces.live.com/

saobanza.blogs.sapo.pt/


Ofereço-lhe um pequeno excerto de um belo poema do grande Khalil Gibran, inserido no seu mais conhecido livro, "O Profeta":

O mestre que caminha à sombra do templo,
entre os discípulos,
não reparte a sua sabedoria
mas antes a sua fé e o seu amor.

Se for verdadeiramente sábio,
não vos convidará
a entrar na casa da sabedoria,
mas levar-vos-á
aos umbrais do vosso próprio espírito.





De Fernando a 26 de Setembro de 2007 às 21:02
Vim cá para congratular a escolha de Alan Silvestri para a banda sonora deste blog.


De ZePedro a 1 de Outubro de 2007 às 13:20
Os poemas facilitam a expressão
Sem nos preocuparmos com rimas ou métricas expressam o que nos vai na alma de um modo bem mais simples e sincero.
Gostei do que li mas complemento
Quando se escreve é por nós e nunca por alguem
Quando é para alguem escreve-se só para esse alguem
Um beijo


Memoriza comigo...