12 comentários:
De Paulo a 17 de Setembro de 2007 às 00:31
Que tanto desespero
Beijos e dei uma leitura a tudo para tras embora nao comentasse.


De Secreta a 17 de Setembro de 2007 às 10:44
Ás vezes precisamos de momentos assim . Em que tudo o que importa é a satisfação carnal.
Entendo-te.
Beijito.


De Cris a 17 de Setembro de 2007 às 16:02
Engraçado... O meu post de hoje vai de encontro ao teu... Será da lua??!!!
Bjs
Cristina


De FlordeLis a 17 de Setembro de 2007 às 18:44
Cris, como posso entrar em contacto contigo?



De Fernando a 17 de Setembro de 2007 às 19:31
Finalmente um post de jeito. Não que os outros não o fossem , pelo menos para quem gosta do estilo melancolico deprimente, ou na gíria popular do "síndrome Calimero". É curioso ver como alguns posts, quando verdadeiros, intensos e arrebatadores encostam para canto certos comentários (perdoem-me a repetição) melancólico deprimentes. Pronto Leonor, agora que voltaste para a luz, estás perdoada...
N.A.: O trocadilho entre Leonor e luz, não foi intencional, mas saiu mesmo fantástico....


De talvz um dia... a 18 de Setembro de 2007 às 14:02
Realmente que dizer, ou comentar perante tamanha vontade de gritar?
Perdoa-me a sinceridade, mas não será tudo isso que tão subitamente invade teu intimo e deixas repassar aqui por palavras que tentam pintar o teu "eu", no fundo, também simplesmente um sentimento? Algo que te percorre a Ti e tantas outras pessoas e simplesmente não têm coragem de o admitir? Sim isto também é sentimento...


De FlordeLis a 18 de Setembro de 2007 às 17:06
Olá. Seria incorrecto da minha parte dizer-te que não , é claro que se trata de um sentimento de luxúria , do prazer pelo prazer, voraz e imediato mas quando falo de sentimentos, falo de algo mais profundo, algo que no fundo em relação a muitas situações apenas atrapalha, não que eu não saiba o que é o Amor, o que é Paixão, o que é Carinho...
Sei e sabemos todos.
Mas também sei o que é ter sexo sem amor, ate com a pessoa que se ama, ou mesmo sem amar, e é um momento tão intenso quanto a qualquer outro, apenas diferente.
E muito bom...........



De talvez um dia a 19 de Setembro de 2007 às 10:23
Gostei do que li e prometo tornar-me algo presente nestas trocas de ver o que nos rodeia, o que sentimos, o que no fundo somos... agora perante a tua resposta, concordo e também conheço a sensação, até a do simples beijo que tanto pode dizer, até mesmo pela vontade que temos de simplesmente não o dar e damos, que nos chega a confundir entre a raiva e a pena, e às vezes nem sei bem o quê... tantas vezes julgamos conhecer os outros, quando afinal nem nos conhecemos a Nós próprios... Irei certamente manter minha rota, o mais próximo desta costa possivél e manter este aroma à brisa salgada e fresca do que escreves vivo em mim...


De FlordeLis a 19 de Setembro de 2007 às 12:17
Terei todo o gosto em recebe-lo/a neste canto. Nao importa se concorda ou não , apenas que mantenha a sua presença para pudermos discutir pontos de vista, alternâncias , opiniões...
Será bem vindo/a concerteza .
Gosto da sua presença.
Então.... ate já.





De talvez um dia a 19 de Setembro de 2007 às 12:53
Claro, que também farei gosto, as surpresas quando agradaveis, são sempre bem vindas... e até já...


De Intimo Misterio a 18 de Setembro de 2007 às 16:36
Teu corpo é cobra quando enrolas no meu,
teus lábios mel tocando os meus,
tua pele brasa, teus seios carne, pecado, desejo.
Teu sexo fonte,
de onde vou beber,
me molhar, me limpar, me enlouquecer,
teu corpo é desejo, volúpia,
memória
que nunca vou esquecer.

Desejos de uma optima semana!
Meu Intimo Misterio
www.intimomisterio.blogs.sapo.pt


De Bonsae a 19 de Outubro de 2007 às 16:33
Sentimento ou não, o prazer da carne é aquele que nos satisfaz por dentro, é aquele que nos faz vibrar, nos impele a pedir mais, até à exaustão do nosso ser! A união de dois seres, que se completam, se amam, se confundem no suor do prazer, do sexo desenfreado , da agonia prazerosa de múltiplos orgasmos sem fim...
Ái como é bom o prazer do sexo!


Memoriza comigo...