Quarta-feira, 30 de Agosto de 2006

"De regresso..."

                                               

Estávamos numa daquelas noites de Primavera quentes mas que persistia em cair aquela chuva muito miudinha, e como sempre tive pena que tivéssemos que ir embora, pois cada um de nós tinha a sua vida em cidades diferentes, o que tornava complicado os nossos encontros. Mas já depois de nos termos deliciado com um simples jantar numa esplanada ao pé da praia, e de termos passado horas a caminhar ao longo dela, naquela cidade que sempre foi a preferida para nós, chegámos à conclusão mas a muito custo, que estava na hora de retomarmos os nossos rumos…

Ao som de uma melodia que estava a dar na rádio, e já na auto-estrada revivia o resto de noite que tinha passado ao teu lado assim como me recordava de tudo o que tínhamos falado. A noite estava clara, apesar da chuva que caia no pára-brisas e contava chegar a casa dentro de uma hora aproximadamente…

Envolvida nestes pensamentos, um ruído fez-me voltar à realidade, era o telemóvel que tocava.

-Então, passa-se alguma coisa…? Perguntei eu depois de olhar para o visor e ver que se tratava do João.

- Sim, tive uma avaria e como aqui não há luz, pensei que podias….

-Assim que chegar à próxima saída dou a volta. Disse eu sem hesitar, adivinhando os pensamentos dele.

-Até já, vem com cuidado…

Assim que cheguei, ao fim de já quase uma meia hora, estivemos ali uns minutos debruçados a tentar descobrir o que se passava, sem grande sucesso… desistimos e aninhamo-nos dentro do carro devido à chuva que caia agora mais forte, fazendo aquele som habitual dos pingos a bater no vidro.

- Sabes, o que estava mesmo a precisar era de companhia, já chamei o reboque… disse-me com um olhar de sacana, como lhe costumava chamar sempre que ele fazia aquela cara de criança mas cheio de segundas intenções.        

Quando dei por mim, já estávamos entregues aos nossos beijos, intensamente como sempre acontecia, quando cedíamos ao prazer, puxaste-me para ti, agarraste-me com força e sentia-os como pedidos de entrega, de paixão compulsiva, de tesão… depressa desapertei-te os botões das calças e agarrei o teu sexo que denunciava o teu desejo e abstraída ao movimento constante do trânsito que passavam mesmo ali ao lado, agarrei-o e com movimentos vigorosos chupei-o, lambi-o enquanto observava a tua expressão… 

Não tardaste em desapertares-me as calças, alheio aos desejos do teu corpo de um orgasmo quase instantâneo que teimaste em adiar, e enfiaste com cuidado a tua mão à procura do meu clítoris que estava latejante já naquela altura, húmido, entregue ao desejo prévio do que se iria passar… soltei um gemido quando senti os teus dedos, não parando de te acariciar, de te morder os mamilos, de te tocar…

Os vidros embaciados pelo ar quente das nossas respirações acusava perfeitamente o que estávamos a fazer, mas nada nos iria parar…

Algum tempo depois, já no caminho de volta a casa, sorria denunciando os motivos que me fizeram voltar para trás… sempre soube que não se tratava de uma avaria súbita, o que seria improvável visto que o carro dele tinha vindo de uma revisão no dia anterior…

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 00:00
| Vossas memórias
10 comentários:
De Fernando a 31 de Agosto de 2006 às 10:41
Até a chuva miudinha tem o seu quê de sensual....


De FlordeLis a 31 de Agosto de 2006 às 12:22
Seria mesmo da chuva miudinha... ?!?
ahahahahahahahah...





De melinha a 31 de Agosto de 2006 às 16:33
adoro o blog...ta criativo e mt...interessante essa do carro e da chuva tem um gostinho especial para mim...pois faz me reviver o dia mais importante e mais feliz da minha vida ate agr
continua o blog ta excelente faz me recoradr uma parte da minha vida em k eu so escrevia coisas assim...bjs


De FlordeLis a 31 de Agosto de 2006 às 16:53
E quem já não teve momentos assim...? qualquer dia ainda me has-de contar essa história de amor,pode ser que sirva de inpiraçao e dedique um post em homenagem... (é interessante a interpretação de algo nosso,por pessoas que nao o viveram,veem-se outras perspectivas...)





De marisa a 31 de Agosto de 2006 às 18:40
tu e k lhe deste uma revisao...
heheh


De FlordeLis a 31 de Agosto de 2006 às 18:43
A revisão foi mútua...ninguém ficou a perder com o negócio! ahahahahahahah...



De ZePedro a 6 de Setembro de 2006 às 13:36
Quanto mais leio nem sei o que pensar nem dizer parece que tivemos tantas vivencias semelhantes sempre que leio de algo me lembro e lembro-me neste momento de um dia de chuva numa qualquer rua de Cascais com um parque de estacionamento debaixo de umas arvores em que tudo o que se passou foi semelhante igual não foi logicamente mas tambem tão intenso com vidros embaciados mas em plena luz do dia deveriam ser cerca das 13:30 (como me lembro de detalhes sem significado) e foi assim extremamente intenso e curioso ela tambem ia de calças...
beijos de recordação


De FlordeLis a 6 de Setembro de 2006 às 14:18
Pelo menos foi excitante,disso te garanto... !


De Gonçalo a 26 de Agosto de 2007 às 01:30
Tal como pdiste!!!! Eu não vou comentar


De sonia garcia a 10 de Maio de 2011 às 19:16
n m desiludiu em nada :) pelo contrário AMEI


Memoriza comigo...

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006