Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

Verão

Atribuíste um ar da tua graça.

Compareceste sem ninguém mais esperar por ti, quando já todos te suspiravam, quando já haviam espalhado a esperança de te sentir entre nós como é usual.

Todos, não. Desculpa. Eu não sinto a tua falta, não da maneira como te ostentas sempre sólido na tua presença, sempre ágil da maneira como te deslocas, sempre expedito não aparecendo no tempo certo que a ti te é destinado e ressuscitando do meio do nada quando já todos menos te acreditam.

Por mim, podias deixar de existir mesmo. Mas o que eu quero ou desejo não importa. Nem pareces te importar. Eu sei que não significo nada para ti, porque sabes que também não significas nada para mim. Mas sei que voltas sempre. E isso é certo.

Talvez um dia deixes de existir. Ou talvez um dia eu deixe de te sentir.

É essa a minha grande esperança.

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 00:00
| Vossas memórias
5 comentários:
De Gonçalo a 6 de Setembro de 2007 às 01:34
Engraçado... como uma pessoa que nasceu em pleno Agosto nao gosta do Verão


De Misterio a 6 de Setembro de 2007 às 15:03
http://intimomisterio.blogs.sapo.pt/


De Mistério a 6 de Setembro de 2007 às 18:34
Sinto-me honrrada ;)


De danilein a 7 de Setembro de 2007 às 09:35
Mais uma vez passei por aqui para ler os teus desafafos .......Por vezes a vida tem um lado muito escuro mas sei que o o Sol nasce todos os dias...
Gosto da forma como escreves....
Parabens


De Secreta a 7 de Setembro de 2007 às 10:40
Talvez ele nunca deixe de existir , talvez tu nunca deixes de o sentir ... talvez aprendas a conviver com ele! :)
Beijito.


Memoriza comigo...

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006