Sábado, 16 de Dezembro de 2006

Amanheço

Guardo o amanhecer deste dia.

Atento pela vidraça da minha janela despida de pureza, embaciada pelo ar fresco da manhã, cerro os olhos e reflicto, observo diante da vida, que se agita lá fora, que limita os meus movimentos quando acordo para o que me espera. O dia floresce move-se devagar, espreguiça-se dando os primeiros indícios de luz, da animação que não espera. O alento dentro daquele espaço, parece-me abafado, pouco sadio, saturado de um amanhecer repetitivo de pensamentos que se cruzam, que permanecem confinados sem parecer querer sair de uma prisão consequente de ideias que prevalecem apenas como ideias, desejos, soluções para um caso perdido. Errante no espaço. Sumido no tempo. Mantido em mim, como uma relíquia que abrigo, que não deixo que caduque por pura obstinação, por uma esperança ténue que se avista ao fundo de um túnel que teimo em que exista, que cada vez parece-me mais fundo, mais distante, estando mais longínquo do meu alcance. Tento estender uma mão, mas perco-me no espaço que me cerca sem um fim, sem alcance, sem avistar o que eu mais anseio. A solução. Essa solução que procuro em mim. Mas esses dias não voltam mais e sei que assim ficarão. Perdidos no vazio do meu quarto.

Corro. Fujo. Sinto. Procuro-te. Estarás algures por ali….

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 00:00
| Vossas memórias
14 comentários:
De Guilherme a 16 de Dezembro de 2006 às 12:02
Vim para degustar as palavras, neste meu dia. Vim para deixar alguma luz e muito silêncio.
Cheguei e parto, sem ruido para não te acordar.
Bjs
Gui


De Manuel a 16 de Dezembro de 2006 às 21:46
A solução?... Ela chegará um dia um dia, só que não sabemos quando. E a partir desse momento, como por artes mágicas, todos os problemas estão resolvidos.
Fica bem.
Beijinhos.
Manuel


De Paulo a 17 de Dezembro de 2006 às 01:08
Só passei para te dizer que estive ca e desejar-te um bom fim de semana.
Beijos


De Fernando a 17 de Dezembro de 2006 às 10:58
Isto não anda mesmo nada bem...


De FlordeLis a 17 de Dezembro de 2006 às 17:17
Ola Fernando.
Todos nós não somos apenas aventuras sexuais, somos tambem pessoas que sentem, pessoas que choram, sorriem, sentem as emoções ...
E aflnal e isto mesmo que o blog sempre pretendeu transmitir...



De apenasMadalena a 18 de Dezembro de 2006 às 09:42
Também eu procuro o amanhecer de um dia assim...
Também eu um dia tive esperanças, infundadas, vim depois a perceber...
Dói bastante, quando sentimos que fomos "enganadas"...Mas temos que seguir em frente, de cabeça erguida e com a convicção de que serviu de ensinamento.
Bjokas amigas
Madalena


De Guilherme F a 18 de Dezembro de 2006 às 14:52
È o meu messenger; o teu messenger; ou a censura ...!!!????
Gui


De a 3 de Janeiro de 2007 às 12:57
Comentário apagado.


De FlordeLis a 3 de Janeiro de 2007 às 20:05
Boa noite...

Pois espero que sejam coisas boas,e tem graça que eu também sei quem sou e o que faço,só não sei qual o seu interesse nisso,mas podia ter perguntado.
De qualquer das formas,agradeço a sua passagem por cá.




De Secreta a 20 de Dezembro de 2006 às 11:01
Olá.
Hoje passo para desejar boas festas.
Tudo de bom para ti e para aqueles que amas.
Beijito.


De Pequenita - Quando o Teu Corpo e o Meu.. a 22 de Dezembro de 2006 às 11:46
Um dia, Gabriel acordou, muito contente,
era a véspera de Natal,
pois para ele era uma data muito importante!
Era o dia do Aniversário do Menino Jesus,
e também o dia que Papai Noel
vinha visitá-lo todos os anos.
Com seus seis aninhos,
esperava ansiosamente o cair da noite para
voltar a dormir,
e no outro dia encontrar em seu pé de meia,
o seu presente de Natal,
pois nem tinha uma árvore de Natal.
Dormiu muito tarde,
para ver se pegava aquele velhinho no "flagra",
mas como o sono era maior que sua vontade,
dormiu profundamente.

Mas, na manhã de Natal,
percebeu que seu pé de meia não estava lá,
e que não havia presente nenhum em toda sua casa.

Seu pai desempregado, com os olhos cheios de água,
observava atentamente o seu filho,
e esperava para tomar coragem
para falar que o seu sonho não existia,
e com muita dor no coração, o chama:

- Gabriel, meu filho, vem cá!
- Papai?
- O que foi filho?
- O Papai Noel se esqueceu de mim...

Falando isso, Gabriel abraça o pai,
e os dois se põem a chorar,
quando Gabriel fala:
- Ele também se esqueceu de você pai?
- Não meu filho.
O melhor presente que eu poderia ter ganhado na vida,
está em meus braços,
e fique tranqüilo pois eu sei que o Papai Noel não
se esqueceu de você.
- Mas todas as outras crianças vizinhas
estão brincando com seus presentes...
ele pulou a nossa casa...
- Pulou não...o seu presente está te abraçando agora,
e vai te levar para um dos melhores passeios de sua vida!
E assim foram para um parque,
e Gabriel brincou com o pai durante o resto
do dia, voltando somente no começo da noite.
Chegando em casa muito sonolento,
Gabriel foi para seu quarto,
e "escreveu" para o Papai Noel:

"Querido Papai Noel,

Eu sei que é cedo demais para pedir alguma coisa,
mas quero agradecer o presente que o senhor me deu.
Desejo que todos os Natais que eu passe,
faça com que meu pai se esqueça de seus problemas,
e que ele possa se distrair comigo,
passando uma tarde maravilhosa como a de hoje.
Obrigado pela minha vida,
pois descobri que não são com brinquedos que
somos felizes, e sim,
com o verdadeiro sentimento que está dentro de nós,
que o senhor desperta nos Natais.

De quem te agradece por tudo,

Gabriel."

E foi dormir com um lindo sorriso nos lábios.

Entrando no quarto para dar boa noite ao seu filho,
o pai de Gabriel viu a cartinha,
e a partir desse dia, não deixou que seus
problemas afectassem a felicidade dele,
e começou a fazer que todo dia fosse um Natal para ambos.

Se um simples garotinho de seis anos,
conseguiu perceber que os melhores presentes
que se pode receber não são materiais,
porque nós não fazemos o mesmo?
Que todos vocês que estão lendo esta mensagem,
faça com que cada dia seja um Natal,
valorizando a amizade,
carinho e todos os sentimentos
bons que existem dentro de cada um,
e depende somente de nós mesmos
para botar pra fora...

FELIZ NATAL AMIGA

beijocassssss


De Vera a 22 de Dezembro de 2006 às 17:07
Querida amiga, passei para te desejar um Natal maravilhoso!

Beijinhos e tudo de bom!


De John Lemmos a 23 de Dezembro de 2006 às 15:13
Venho ler-te mas especialmente aproveitar para te desejar um Natal em Paz e nada menos que um Magnífico Ano de 2007


Memoriza comigo...

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006