Domingo, 3 de Dezembro de 2006

Vivo...

Vivo sim, vontade de partilhar, de sorrir e de chorar, de gritar bem alto!

Vivo sim, orgulho em ser cruel, orgulho em ser fiel, digna de partilhar e ser comigo partilhados momentos de vida que a poucos são contados.

Vivo sim, a saudade ao reviver o primeiro dia de escola, o primeiro dia em que peguei num cigarro, o primeiro beijo que dei e que não gostei e que voltei a dar para lhe sentir o gosto.

Vivo sim, brio nas minhas vitórias, nas minhas derrotas, nos pontapés que dei e darei durante a vida, nos avisos que me foram dados e não segui e pelo valor que a isso retribui.

Delicio-me sim, pelas minhas escolhas, de ter optado, de ter seguido caminhos em detrimento de outros, quer fossem certos ou errados, mas que por mim foram escolhidos.

Vivo sim, satisfação em ter sido fiel a mim mesma e aos meus princípios, de ser determinada naquilo que quero, as vezes não olhando em meu redor e aprender com os erros que foram por mim cometidos.

Vivo sim, ideias diferentes dos demais e que não me importo de debater e de correr por um ideal se por ele morrer for preciso.

Vivo sim, vontade de amar e ser amada, porque na vida apenas se é fiel uma vez a um grande amor.

Sim!

Vivo tudo isto…

E não te tenho a ti, porque não quis, porque em mim não significas Vida, porque em mim sinto Vida, e o prazer de ser quem sou…

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 00:00
| Vossas memórias
7 comentários:
De ZePedro a 4 de Dezembro de 2006 às 09:20
Vives sim tudo isso
Porque esse viver és tu
Auto retrato em forma de modo de vida
E ao mesmo tempo um adeus em forma de retrato teu.
O retrato que justifica a rotura
As diferenças que não foram escritas mas que se leem.
Mas fundamentalmente a diferença no sentir que faz com que deixe de existir sentir.
Lindo
Beijo de parabens


De Secreta a 4 de Dezembro de 2006 às 09:40
O importante é que vivas , com ou sem ele , é irrelevante!
Beijito.


De MANUEL a 4 de Dezembro de 2006 às 20:50
Viver. É isso , a própria vida é viver, viver vivendo, e por vezes viver sem viver.
Um beijinho (imaginário).
Manuel


De apenasMadalena a 5 de Dezembro de 2006 às 09:16
Como sempre palavras simples repletas de significado.
E tudo foi dito: simplesmente vives tal como és, dás-te aos outros tal como és, tomas as tuas opções por seres como és...
Não mudes nunca porque alguém o sugeriu...
Quem gosta da nossa forma de estar e viver não sugere nunca mudanças de comportamento :)
Bjokas gandes
Madalena


De Guilherme F a 5 de Dezembro de 2006 às 12:35
Volto,para sentir que "vives", que pulsas fremente, como um tecido palpitante, pelas coisas, pela vida, por ti.
Volto, depois da ausência, para beber das palavras.
Volto...

Bjs
Gui


De Sergio Alex a 5 de Dezembro de 2006 às 23:35
Continua a optar, pelos caminhos que achares correctos, mesmo que te digam «não vás por aí».

E a aprender com os teus erros, mesmo que te digam «não faças isso».

E a ser quem és, mesmo que te digam «não sejas assim»...


De Webmaster a 16 de Junho de 2007 às 19:33
Ola, sou o webmaster do site www.almasperdidas.org, gostei deste teu blog, gostava te convidar a partilhares alguns textos connosco, poemas de preferencia, para desta forma podermos criar um grande grupo, para da luz e vida a este site e projecto q se iniciou com um grupo de 4 pessoas, mas q nestes ultimos meses têm andado muito ocupados com projectos e exames, como tal, e pena que quando estas 4 pessoas n podes escrever n exista outras pessoas que dêm vida a este espaço, que podera, tambem ser o teu, o que pensas disso?
Responde a partir da opção contactar do site www.almasperdidas.org


Memoriza comigo...

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006