Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

Conto XX Parte

Depois destas revelações, a realidade em que Pedro vivia, para mim, agora fazia todo o sentido. O seu isolamento, as suas respostas ríspidas ao inicio, quando inocentemente lhe fazia questões que pareciam ter respostas simples, as suas alterações de humor constantes, as suas reservas. E uma pergunta permanecia no ar, a que tentava responder e várias respostas surgiam, mas que chegavam sempre à mesma conclusão, o que é que eu estava a fazer ali.

Parecia óbvio que nada iria fazer mudar a maneira como Pedro se sentia em relação ao que lhe tinha acontecido, a todo o seu passado com Catherine, e que dificilmente iria seguir em frente com a sua vida. Esquecer seria impossível, isso seria lógico, mas pelo menos atenuar e traçar um rumo seria essencial. Sobretudo para ele.

Apetecia-me abraça-lo, faze-lo sentir que esses momentos já tinham passado, e que eu, se ele quisesse, estaria ali.

 

Olhava para ela e agora? Tinha dito. Pronto, tinha revelado o que mais de secreto tinha de si. Que iria ela pensar dele? Este pensamento estava presente e não o largava. Ficou admirado no entanto pela sua perspicácia quanto ao quadro, mas já tinha percebido que não estava a lidar com uma miúda qualquer. Até poderia ter espreitado enquanto teve à sua espera, mas duvidava que o tivesse feito. Ali estava alguém que o entendia, uma mulher que apesar de não conhecer a sua história tinha ligado todos os pormenores e percebido o que ele não contara, e que tinha deixado nas entrelinhas. E o pouco que conhecia dela, já tinha percebido que provavelmente a sua curiosidade não ficaria por ali. E no entanto, a vontade de estar com ela só se tinha intensificado, não se imaginava a contar tudo aquilo a uma simples desconhecida sem nutrir algum tipo de sentimento, o que o fazia sentir mais confuso, mais receoso do que poderia vir daí, e o que mais o deixou admirado depois de tudo aquilo, o que estava a piorar as coisas e a confundir as suas convicções.

Por momentos, fez-lhe lembrar… Catherine.


Escrito por FlordeLis às 17:59
| Vossas memórias

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Protected by Copyscape Duplicate Content Protection Tool