Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011

Conto XVII Parte

Deste-me a mão. Conduziste-me calmamente pela avenida, ate chegarmos a um pequeno miradouro virado para a praia, mais ou menos a meio de toda a extensão da praia e ficamos mais uns momentos sem pronunciar qualquer palavra, a olhar para o mar, agora prateado ao sabor do reflexo da lua.

- Não posso. - Disseste-me.

- Não podes, o que?

- Não me posso envolver com ninguém.

- Porque? Engoli em seco.

- Porque… não me sinto preparado.

- Explica-me o que se passa contigo, sinto que a tua vida é repleta de segredos, de esconderijos onde te refugias, e onde não deixas entrar ninguém, que não deixas que se aproximem demasiado, agora não percebo é se te queres proteger, ou se estas a fugir. Desculpa a sinceridade, mas tanto segredo, só da vontade de te abanar para ver se sai alguma coisa dai de dentro!

Sorriste com o meu comentário.

- Gosto da tua espontaneidade.

- É o que sinto, apenas isso. Explica-me, porque é que moras naquele local, tão longe de tudo e de todos, não me parece que tenhas sido pescador toda a vida, e aquele quadro que tens em tua casa tapado… fala-me de ti, diz-me quem realmente és!

- Quantas mais perguntas fazes…

- Já sei – interrompi. – Menos vontade tens para falar sobre ti. Eu compreendo. Sou uma quase desconhecida, porque e que me haverias de dizer o que quer que fosse? Não tens que te justificar.

Olhaste para mim, sem saber o que me responder. Senti a dúvida que tinhas espelhado no teu rosto, senti o desespero a consumir-te, senti também a tua vontade de deitares tudo cá para fora, mas algo te impedia.

- Mas eu quero. – Disseste, interrompendo o silêncio.

Fiquei suspensa na tua resposta.

- Então, sou toda ouvidos.


Escrito por FlordeLis às 11:43
| Vossas memórias

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Protected by Copyscape Duplicate Content Protection Tool