Domingo, 7 de Setembro de 2008

Reticencias

 

Palmilho o teu corpo com o meu olhar comedido. Curiosidade, talvez em cada reentrância, em cada curva, em cada mazela que a vida te trouxe. Descubro-te com o silêncio que me assiste ate permitires.

Ate me achares no trilho que percorro entre o teu rosto, o olhar que tão bem conheço, a expressão do sono, o estado calmo em que te encontras. Sinto-me errante já no teu peito que me apetece fustigar com paixão, sentir o palpitar da vida, o poder da força de um abraço.

Sinto o domínio do desejo, a pujança de um sentimento que me faz deter em algumas partes do corpo em que guardo algumas recordações de súbita paixão e prazer.

Percorro-te assim, sem dar pelo tempo suceder, perdi-me em ti, no meu estado de calma, no teu estado distraído do Ser.

Desejo as tuas mãos na minha pele, quero sentir-te como sinto a vida. Plena e inquieta.

Assim como eu me sinto perto de ti.

 

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 02:52
| Vossas memórias
3 comentários:
De Paulo a 12 de Setembro de 2008 às 22:03
De volta a escrita? Mas parece que vens com menos prazer
Beijito


De Sutra a 17 de Dezembro de 2008 às 15:40

« post anterior | home
Quarta-feira, 2 de Abril de 2008
Conta-me como foi



Arte de Amar ... às 17:32
| deixa o teu corpo misterioso | adicionar aos favoritos

27 comentários:
De CamaReira a 29 de Junho de 2008 às 23:05
Foi um voo a pique e por lá ficou a sobrevoar devagarinho.

Beijos

responder a comentário

De Three Love´s a 8 de Agosto de 2008 às 23:38
Lindo lugar,
maravilhosa imagem...

b.e.i.j.o.s.

responder a comentário

De Pedro Ventura a 13 de Setembro de 2008 às 22:52
"Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa, tudo sempre passará
A vida vem em ondas como o mar
Num indo e vindo infinito
Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir
Nem mentir para si mesmo Agora
Há tanta vida lá fora, aqui dentro
Sempre como uma onda no mar
Como uma onda no mar"...!

Boa Noite

responder a comentário

De Tony'S a 18 de Outubro de 2008 às 13:42
O nome do conjunto era apocalipse quando ninguém conhecia, explodiu como grande sucesso com o nome mamonas assacinas. invadiram um universo onde orfons se fasem orfons, reis são espulsos de seus templos do seio da humanidade.
O homem oferta Deus ao altar, o altar foi condenado as trevas do poder feminino, represento a mesma igualdade de corpos em atração, sou tão atraente como amulher e sou a cabeça que a coroua. As palavras podem prociar a lei, a lei é o amor eu sou o amor. quando oa usurpradores de mina coroa forem devorados eu subirei do abismo. susete te quero nua. banhando-se em meu jardim debaixo de minha arvore.

responder a comentário

De Antonio x Susa a 19 de Outubro de 2008 às 00:28
Adão e Éva eram anjos, anjos não precisaam casar. unem em uma só carne, são iguais poriço fundem. Éva cubiçou ser uma deusa superiora acabou indo para as trevas, Éva foi a responsavel pelo mundo estar ate hoje nas trevas, eu sei o que não é trevas. minha divida que pos a venda em titulos reais, finalmente, todos eles irão aprender a amar-me, a minha divida será liderá-los na colheita a maior de minhas fraquezas era o sufoco que sentia em pensar que haveria de fazer tudo sozinho, quanto o amor maduro se você entendesse o que é uma só carne, a minha carne só tem lugar para uma mulher, não cabe homem. não deu para te epassar tudo para que colasse no livrinho. Você acha mentira as carta de Jesus enviadas aos sete anjos, leia verá-me em todas elas, ira ver que o amor moderno não encaxa ali, irá encontrar-se também. O amor de Cristo é o amor da nova juventude as vezes sozinho que abri o céu só para mim rejuvelheço uns vinte anos, Cristo me adiverte tomar cuidado para não perder minha coroa, apenas uma pessoa na fce da terra pode me vencer você quere rimplantar no mundo o amor maduro e a mulher ser a toda poderosa se me vencer com uma espada tão destrutiva daqui 100 anos eu volto para te derrotar porque o todo poderoso é Deus por minhas mãos, eu passei uma vida com vontade ser eu e ser eu é isso. é incrivel mas a maior de todadas as batalhas será entre eu e tu, Deus e o demonio, o demonio mudou de cara quer viver na luz, eu estou vivendo entre os mediucre, mediucridade é 5, o mundo que quer paira acima da mediucridade é 6, sou 10.

responder a comentário

De CamaReira a 22 de Novembro de 2008 às 21:44
Foi delicioso... Um voo rasante pelo ar, uma descida vertiginosa. Uma doce loucura.

Beijos Ardentes

responder a comentário

De Sutra a 17 de Dezembro de 2008 às 15:09
Olá
À semelhança do que já ocorreu em 2006, venho convidar a que participes este ano no postal de Natal a enviar a algumas instituições de solidariedade.
Vem, dá a tua sugestão de 5 instituições e deixa a tua mensagem para ser agregada ao postal a enviar.
Temos até Domingo para o deixar pronto, para que na 2ª feira o possa colocar nos CTT.

Beijo doce
Sutra

ps - não sou muito disto de 'copy/paste' em todos os blogs conhecidos, mas, no caso presente é a única hipótese de deixar o convite a todos.


De Sutra a 17 de Dezembro de 2008 às 15:41
Glups...
Não entendo o que aconteceu no meu comentário.
Desculpa.
Podes apagar o anterior?


Era apenas para colocar este:

Olá
À semelhança do que já ocorreu em 2006, venho convidar a que participes este ano no postal de Natal a enviar a algumas instituições de solidariedade.
Vem, dá a tua sugestão de 5 instituições e deixa a tua mensagem para ser agregada ao postal a enviar.
Temos até Domingo para o deixar pronto, para que na 2ª feira o possa colocar nos CTT.

Beijo doce
Sutra

ps - não sou muito disto de 'copy/paste' em todos os blogs conhecidos, mas, no caso presente é a única hipótese de deixar o convite a todos.


Memoriza comigo...

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Protected by Copyscape Duplicate Content Protection Tool