Segunda-feira, 31 de Março de 2008

Olá

Recados.com - orkut comentários do português, gráficos da sucata, gráficos do glitter do scrapbook e mais!

 

As vezes penso que sou louca.

Por não me calar quando deveria, quando solto gargalhadas e nao devia, quando digo o que penso sem me ralar com as opiniões de quem me ouve, por apenas ouvir quem eu acho que merece a minha sincera atenção. Por viver em função de mim e não dos outros, por não me atormentar com o que parece bem ou mal, apenas porque me apetece faze-lo, por acordar de manha sempre bem disposta o que parece irritar quem acorda comigo, por não ligar a etiquetas que me parecem ate ridículas quando apenas as seguimos para agradar aos outros e não a nós.

As vezes penso que se pensa demais no que os outros dizem ou pensam acerca do que fazemos ou como nos comportamos.

Que se lixem todos!

Afinal, eu não sou igual aos demais. Não porque seja melhor. Sou apenas eu.

E eu gosto muito de mim.

Prazer.

Chamo-me Leonor!  

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 01:11
| Vossas memórias
7 comentários:
De Secreta a 7 de Abril de 2008 às 15:58
Acho excelente esta tua maneira de ver a vida. Todos nós deviamos ser assim!
Beijito :)


De Carlos Henriques a 16 de Abril de 2008 às 20:58
De louco todos temos um pouco..
Prazer.
Chamo-me Carlos, Carlos Henriques lol

**beijo**


De maripoza a 24 de Abril de 2008 às 10:27
Olá Leonor!

Prazer. Eu chamo-me Gina. Gosto da tua descrição :). Firme. Principalemnte do "Que se lixem todos!"

Por ser também um pouco "louca" como tu é que não consigo permitir que alguém mude a minha identidade, a favor dos seus caprichos e em desfavor da minha própria felicidade. Fica o sentimento, que me atraiçoa a razão...


Não percas essa "loucura".

1 beijo esvoaçante.


De antoniomaia a 17 de Maio de 2011 às 18:50
prazer Leo!
todos somos únicos e a esmagadora maioria vive em sociedade, não deixes de ouvir os outros, por vezes até para se fazer o contrário, mas diz o povo que "as costas dos outros são o nosso espelho"
sofre-se muito em solidão, dizem, imagino que sim :)
claro que devemos ser críticos e usar a nossa cabeça, mas seremos ilhas sem interesse se para nós olharmos com deslumbre...
lembrei-me dum poema, pera, vou buscar:

A lição do Jardineiro

Pequeno reino de sebes e canteiros
O meu jardim me ensina
Que até a rosa nobre de Mileto
Tem de, para ser bela, ser podada.
Também ela deve compreender
Que a couve, o alho, e outros legumes
De origem modesta, mas não menos úteis,
Têm, como ela, direito
À sua ração de água.
O jardim seria mato
Se só na rosa imperial pensássemos.

Bertolt Brecht

PS: o poema diz melhor o que quero dizer, rosa nobre de Mileto :)


De FlordeLis a 17 de Maio de 2011 às 22:44
Eu percebi o que quiz dizer logo de inicio, e concordo, mas as vezes a minha tendencia é ter na escrita uma especie de refúgio, e as vezes porem é uma forma de me mostar ao Mundo.
Mas obrigada pelo poema. Gostei.


De antoniomaia a 17 de Maio de 2011 às 23:25
o mestre é o Brecht, percebeu senhora dona FlordeLis?


De FlordeLis a 18 de Maio de 2011 às 08:29
Percebi, Sr Antonio Maia, assim que vi o poema!


Memoriza comigo...

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Categorias

amigos(1)

aniversário(1)

ano novo(1)

contos(50)

dedicação(1)

desafios(2)

diário(74)

memórias(5)

musicas(1)

nadas(1)

natal(1)

páscoa(1)

pensamentos(16)

pequenos nadas(3)

poesia(20)

prémios(2)

registos(7)

todas as tags

Protected by Copyscape Duplicate Content Protection Tool