Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Invulgar

Hoje recordo-me daquele dia ao fim de muito tempo de duvidas, e que percebi claramente o porque de certas atitudes, o porque daquele carácter, o porque de uma personalidade distorcida, invulgar aos olhos dos outros. O silencio. A defesa constante. A dureza das palavras. A capa a que me envolvo diariamente para ninguém perceber quem  sou, o humor que surge do nada mesmo que a situação não seja favorável a gargalhadas oportunas, o porque da dureza das lágrimas mesmo quando elas próprias lutam entre si. A frieza com que analiso as emoçoes. Mesmo quando morro por dentro sem ninguém saber ou sequer suspeitar.

Sim, posso te agradecer tudo isso a ti.

Que me criaste e que me fizeste ser quem sou hoje. Para o bem ou para o mal. Invulgar até aos meus olhos.

Invulgar até para ti.

Categorias:

Escrito por FlordeLis às 00:00
| Vossas memórias
7 comentários:
De raio_de_luz a 7 de Janeiro de 2008 às 11:18
Engraçado... Ao ler este texto veio-me à lembrança algumas situações idênticas...
Será que lá no fundo não temos todos alguém na nossa vida que nos fez ser quem somos hoje, com defeitos e qualidades?
Daria para ficar eternamente a pensar sobre isso...
Beijos grandes
Cris


De o-amante a 7 de Janeiro de 2008 às 12:41
HUmm...

Antes de mais, dizer, que o que somos, é feito por cada sorriso, por cada lágrima,... e issoé é obra de quem se cruza conosco todos os dias....
BJS

Obrigado pela tua vista...
sabes onde estou...

BJS


De Secreta a 8 de Janeiro de 2008 às 14:26
Os defeitos e as qualidades fazem parte do que somos. São parte de nós.
O importante n é enterdermo-nos ou procurar alguém que nos entenda... o importante é aceitarmo-nos e termos quem nos aceite.
Beijito.


De FlordeLis a 8 de Janeiro de 2008 às 14:56
Concordo, de facto contigo.
Mas por vezes surgem duvidas dos porques, nao porque nao nos aceitemos,tal como somos, mas o que nos levou a ser como nos conhecemos ate hoje.



De Dark Night Walker a 9 de Janeiro de 2008 às 19:10
Concordo plenamente com a Secreta. A tua personalidade, primeiramente, tem uma componente biológica. Depois, todos os teus defeitos, virtudes e valores foram adquiridos ao longo da tua vida, devido às pessoas que conheceste, às situações por que passaste, às tuas próprias reflexões e às reflexões dos outros sobre ti. Tudo isso faz aquilo que és. Se te sentes estranha a ti própria, invulgar, reflecte sobre as tuas atitudes e valores. Talvez isso te ajude, talvez não. Todos nós somos invulgares à nossa maneira, é isso que nos individualiza, que nos torna únicos.
Um beijo e obrigado pela tua visita ;)


De Secreta a 10 de Janeiro de 2008 às 14:34
Há dúvidas para as quais não encontramos respostas convincentes , como tal , para mim , a solução passa mesmo por sabermos aceitar .
Beijito :)


De Clara a 10 de Janeiro de 2008 às 13:54
Tal como a Mensageira, eu questiono porque somos o que somos. Eu procuro na história da minha vida as variáveis (pessoas e situações) que fomentam a minha identidade. Mas o maior gozo que temos na vida é conhecermo-nos um pouco todos os dias. A incerteza, o mistério e o fascínio não pode ser só remetido para outras pessoas, deve ser , principalmente , orientado para a maravilhosa pessoa que nós somos. Gostei imenso de conhecer o teus espaços!


Memoriza comigo...

Memórias Recentes

...

Para ti...

Fonte

Memórias Passadas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Protected by Copyscape Duplicate Content Protection Tool